quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Culpa a quem é mais forte

Tanta culpa em meus versos
estás indo mais longe…

Morreu a força desses anos
ou o silêncio não explorado,
vejo cair de novo teu brilho.

Sentia tanto, tanto por ti,
mas ao sol chegaram as notas da nossa canção,
as recordações de tua voz com minha voz.

Realidade de meus sonhos
ou miragem do inverno.

Dar o alma e cair…
À noite se aferra meu corpo.


Estefanía Rodríguez * Tefy Alba

* 21 Abril, 2006

Nenhum comentário: